Loading...
 

Programa de Controle e Monitoramento Hidrológico do Campus UFSC em Joinville

O Programa de Controle e Monitoramento Hidrológico do Campus UFSC em Joinville tem por objetivo principal estabelecer e manter, em caráter permanente, uma rede de monitoramento das vazões e turbidez nos cursos d’água, bem como das precipitações pluviométricas na área da bacia hidrográfica onde encontra-se inserido o Campus da UFSC.

A área de estudo compreende o terreno para implantação do Campus da UFSC em Joinville, delimitada a Leste pela Rodovia BR-101, ao Norte pelo rio Braço Comprido e ao Sul pelo rio da Lagoa, situando-se na região de confluência destes cursos d’água. Em decorrência de sua reduzida extensão superficial e também das características do local, é natural a presença lençol freático bastante elevado na área de implantação do Campus da UFSC em Joinville. Desta forma, sob efeito de cheias, a capacidade dos solos locais para infiltrar e armazenar parte do escoamento superficial é muito reduzida, encontrando-se sujeita a frequentes alagamentos.

A evolução do processo de urbanização da área é esperada em decorrência do aspecto indutivo representado pela instalação do Campus da UFSC, bem como por unidades da indústria automotiva na região. Os impactos sobre os processos de cheias e inundações podem ser significativos, com elevação do escoamento superficial, decorrente da impermeabilização das superfícies resultante da urbanização, e inundações extensivas, devido ao relevo local bastante suave.

A necessidade de medidas preventivas para controle de descargas afluentes ao local do Campus da UFSC em Joinville, descargas estas que apresentam tendência à elevação, é apontada no Estudo Hidrológico Simplificado (EAS) realizado durante o processo de licenciamento para implantação do Campus. O Programa de Controle e Monitoramento Hidrológico do Campus UFSC em Joinville constitui-se medida importante por oferecer elementos para planejamento e projeto de obras de controle de cheias e inundações, como também para alerta sob previsão de situações críticas.

O Programa prevê um conjunto de iniciativas que têm por objetivo acompanhar a dinâmica do escoamento das águas nos cursos existentes na bacia hidrográfica, com a finalidade de subsidiar a definição de ações de controle e programas educativos voltados às comunidades locais. A proposta de monitoramento hidrometeorológico, incluída no Estudo Hidrológico Simplificado como parte das medidas mitigatórias, tem por finalidade possibilitar um acompanhamento permanente da evolução dos reflexos da urbanização da bacia sobre as cheias, inundações e suas consequências para a área do Campus, visando acompanhar, em tempo real, a dinâmica desses fenômenos decorrentes da alteração de uso das terras na área.

As informações obtidas serão consolidadas na modelação matemática do processo chuva-vazão na bacia, possibilitando simulações de cenários com diferentes configurações de ocupação da bacia e suas consequências; e a análise de diferentes alternativas de controle de cheias e inundações. Os resultados da modelação constituirão elementos muito importantes para a definição de ações preventivas e corretivas contra inundações, para planejamento e projeto de obras de controle de cheias, controle de sedimentos e para definição de formas de ocupação. A longo prazo, os resultados, consolidados em séries históricas, permitirão analisar a evolução real das descargas e transporte de sedimentos nos cursos d’água em decorrência de mudanças no uso e ocupação do solo da bacia, subsidiando outras medidas, além de constituírem permanentemente um sistema de alerta e previsão em eventos críticos.

A infraestrutura desenvolvida por meio deste projeto poderá ser futuramente estendida com a incorporação de sensores para monitoramento de parâmetros de qualidade da água. Tais informações possibilitarão melhorar o controle de lançamento de esgotos, a modelação da qualidade da água e a avaliação de medidas destinadas à redução da poluição hídrica, proporcionando elementos capazes de alimentar o processo de revitalização do curso d’água.

O alcance do objetivo central encontra-se delineado sob a forma de quatro grandes eixos de atividades:
a) Plataforma de Coleta de Dados (PCD), compreendendo a integração dos sensores ao sistema de transmissão de dados EPOSMote, desenvolvido pelo Laboratório de Integração Software/Hardware (LISHA/INE), o projeto e integração de módulo de alimentação e o projeto e implementação da PCD propriamente dita;
b) Instalação de piloto de PCDs no Campus Trindade da UFSC, incluindo desenvolvimento e aplicação de rede de sensores;
c) Integração do piloto à plataforma de IoT da UFSC (https://iot.ufsc.br/), a qual provê mecanismos de armazenamento, processamento e visualização das séries temporais produzidas pelo projeto;
d) Instalação do sistema na bacia hidrográfica do Campus UFSC em Joinville, com operação experimental e monitoramento permanente.


Para mais informações acesse: Relatório Parcial Do Programa De Controle E Monitoramento Hidrológico Do Campus UFSC Em Joinville